R. Teixeira da Silva 54, 11º Andar |

  Bela Vista – São Paulo, SP |

  contato@viventre.com.br
Gravidez

As 5 causas mais comuns de aborto espontâneo

Por janeiro 21, 2019 julho 1st, 2020 Nenhum comentário

A gestação é um período permeado por uma série de sentimentos. Além das boas emoções, ela também é marcada por uma certa dose de preocupação, às vezes, potencializada por informações equivocadas, que trazem insegurança e podem ocasionar problemas na gravidez. No intuito de evitá-los, elencamos, nesse texto, as principais causas de aborto espontâneo

 

Apesar do aborto espontâneo poder ocorrer por vários motivos médicos, muitos dos quais não estão sob o controle de uma pessoa, conhecer as causas desse evento pode ajudá-lo a entender melhor e obter qualquer suporte ou tratamento necessário.

 

O que é aborto espontâneo?

A notícia da gravidez é sempre uma surpresa na vida da mãe e dos familiares. E, principalmente quando há um planejamento para tal, tende a ser encarada de forma bastante positiva por todos. Contudo, em alguns casos, as coisas podem não sair como o planejado, e a gestação pode não ir para frente, sendo interrompida naturalmente nos primeiros meses, fenômeno conhecido como aborto espontâneo.

 

Um aborto espontâneo é um evento que resulta na perda de um feto antes da vigésima semana de gravidez. Ou seja, é quando a gestação é interrompida naturalmente, pelo próprio organismo da mulher. 

 

Em 80% dos casos, isso geralmente ocorre no início da gestação, durante o primeiro trimestre. Infelizmente, muitas mulheres experimentam esse tipo de perda de gravidez. Mas embora seja uma experiência relativamente comum, lidar com um aborto espontâneo é frustrante e dolorido para muitos casais que estão tentando engravidar. É um momento emocionalmente difícil, no qual sentimentos de tristeza e perda são normais.

 

As principais causas de aborto espontâneo e como evitá-las

Antes de mais nada, é preciso ressaltar que o aborto espontâneo pode ocorrer na gestação de qualquer mamífero. Apesar de ser muito triste e até traumático para algumas famílias, é muito importante considerar que essas possibilidades existem e que os abortos não devem trazer o sentimento de “culpa” a ninguém. Algumas causas de aborto espontâneo, entretanto, podem ser estudadas e eventualmente tratadas, reduzindo assim o risco de recorrência.

 

Quais podem ser as causas de um aborto espontâneo é uma dúvida bastante frequente. Por isso, a seguir, vamos abordar as cinco mais comuns. Lembre-se: é muito importante consultar um médico especialista e não faltar aos exames de rotina. Vamos à leitura?

 

Anormalidades Cromossômicas

Responsável por mais de 50% das causas de aborto espontâneo, os problemas nos cromossomos podem acontecer independentemente das condições de saúde da mãe e do pai. Um embrião com material cromossômico alterado pode apresentar desenvolvimento anormal, parando de se desenvolver espontaneamente. É o mecanismo que a natureza encontra de impedir a evolução de embriões com alterações graves. É por isso que essas perdas em geral ocorrem já no primeiro trimestre da gestação.  Chamamos esses embriões alterados de embriões aneuplóides.

 

Como Evitar: caso a mulher tenha sofrido mais de dois abortos espontâneos, o casal deve se submeter a exames genéticos para avaliar possíveis problemas cromossômicos. Dessa forma, fica mais fácil encontrar uma solução para o problema do casal e evitar maiores sofrimentos.

 

Anormalidades no útero e em outros órgãos reprodutores

Muitas vezes, a causa do aborto espontâneo está associada a anormalidades na anatomia do útero. Caso o formato do útero seja alterado, o embrião pode não conseguir se implantar ou ter dificuldades para conseguir os nutrientes necessários para sobreviver.

 

Um colo do útero enfraquecido também pode levar ao aborto, pois o embrião cresce e pode não encontrar sustentação para continuar se desenvolvendo no lugar certo. Esse tipo de problema é responsável por até 10% dos abortos espontâneos. Além disso, o aborto espontâneo pode acontecer por causa de miomas.

 

Como Evitar: A melhor solução é procurar um diagnóstico médico mais preciso. Em alguns casos pode ser necessária uma cirurgia de modificação do útero, bem como a retirada de possíveis pólipos ou miomas que impeçam uma gravidez saudável.

 

Alterações Hormonais

Os hormônios são essenciais para que a gestação ocorra bem até o nascimento do bebê. O aborto espontâneo por causa de falta de progesterona, por exemplo, é possível. Pode levar a sangramentos no início da gestação e se deve à chamada insuficiência do corpo lúteo (estrutura ovariana responsável pela produção de progesterona no início da gravidez).

 

Como Evitar: O diagnóstico da falta de progesterona é mais clínico que laboratorial, pois sabe-se que os níveis de progesterona oscilam muito ao longo do dia, não sendo possível diagnosticar seu déficit apenas com dosagens hormonais. Por este motivo, é tão frequente a prescrição de progesterona para mulheres que sangram no começo da gravidez (ainda que, acredita-se, apenas uma pequena parcela delas de fato tenham falta de progesterona).

 

Infecções virais ou bacterianas

Muitas doenças causadas por vírus ou bactérias aumentam as chances de a mulher sofrer um aborto espontâneo. Por isso, a dica é tomar bastante cuidado com as doenças sexualmente transmissíveis, como clamídia, sífilis, gonococo, entre outras.

 

Como Evitar: Consultar o ginecologista com frequência e sempre que sentir algum sintoma diferente é a melhor opção para diagnosticar e tratar as infecções. Realizar o tratamento com antibióticos, quando necessário, também costuma solucionar o problema.

 

Alimentação e estilo de vida desequilibrados também é uma das causas de aborto espontâneo

Essa talvez seja a causa de abortos espontâneos mais sutil. É preciso ter em mente que o corpo será a morada do futuro bebê e que é preciso que o organismo esteja em equilíbrio.

 

Bebidas alcoólicas e cigarro devem ser evitados, assim como outras drogas e produtos que contenham cafeína em excesso. Manter o peso e prezar por uma rotina de exercícios físicos diários também é uma boa pedida para melhorar as condições gerais de saúde.

Como Evitar: Mantenha uma dieta equilibrada e evite o consumo de bebidas alcoólicas e cigarro. Faça exercícios físicos e mentalize energias boas!

 

Aborto espontâneo pode ser causado pelo uso de anticoncepcional?

Muitas mulheres que sofrem uma perda de gravidez se perguntam se sua pílula anticoncepcional pode ter causado o aborto. Apesar de ser uma preocupação comum, continuar tomando a pílula antes ou depois da confirmação da gravidez não abortará o feto. Isso porque os contraceptivos orais não funcionam dessa maneira: as pílulas geralmente são feitas de estrogênio e progestina, que impedem a gravidez inibindo a ovulação ou causando o espessamento do muco cervical. 

Portanto, se você sofreu um aborto espontâneo e estava tomando contraceptivos orais antes de conceber, essa não era a causa.

Esperamos que com a dose certa de cuidado e informação o casal possa compreender e evitar as principais causas do aborto espontâneo. Assim, conseguirão gerar um bebê saudável e que certamente trará muitas alegrias ao casal e aos familiares.

Me acompanhe
GINECOLOGIA E OBSTETRICIA em Clinica Viventre
CRM: 90.873

Formado pela Faculdade de Medicina da USP e com Residência Médica no Serviço de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital das Clínicas da USP, Dr. Sergio desempenhou papel importante como Médico Preceptor da Clínica Ginecológica do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia do Hospital das Clínicas.
É Especialista em Ginecologia e Obstetrícia e certificado pelo CETRUS – Centro de Treinamento em Ultrassonografia de São Paulo em Ultra-sonografia em Ginecologia e Obstetrícia e Ultrassonografia transvaginal.

Membro do American Society for Reproductive Medicine (ASRM) e do European Society of Human Reproduction and Embryology (ESHRE).
Especial área de interesse em imunologia reprodutiva e abortamento de repetição.

Especialidades:
TÍTULOS DE ESPECIALISTA
Ginecologia e Obstetrícia
Reprodução Humana
Acupuntura e Medicina Tradicional Chinesa
ÁREAS DE INTERESSE
Aspectos imunológicos e genéticos do processo reprodutivo
Abortamento de Repetição
Preservação da Fertilidade
Dr. Sergio Gonçalves
Me acompanhe

Deixar uma Mensagem de Resposta

Ligar

Olá!

Gostaria de receber uma ligação?

NÓS TE LIGAMOS
Informe seu telefone que entraremos em contato o mais rápido possível.
Gostaria de agendar e receber uma chamada em outro horário?
Deixe sua mensagem! Entraremos emcontato o mais rápido possível.
Ícone do Whatsapp branco em fundo verde